INVESTIGAÇÃO

Caminhoneiro é sequestrado na BR-153 e mantido refém

Caminhoneiro é sequestrado na BR-153 e mantido refém

Ele foi abordado pelos criminosos quando esperava por uma carga

Ele foi abordado pelos criminosos quando esperava por uma carga

Publicada há 2 anos

Da Redação

Um caminhoneiro de 68 anos registrou boletim de ocorrência, na noite de quarta-feira, 23, após ter sido sequestrado, na BR-153 e mantido refém por um trio de sequestradores. Segundo relato, o homem só foi liberado, pois os três criminosos informaram a ele que o sequestro havia dado errado.

Segundo depoimento da vítima à polícia, entre o dia 22 e 23, ela utilizava um aplicativo para conseguir o serviço de frete e, após fechar negócio, parou próximo a um posto de gasolina na BR-153, sentido Rio Preto-Catanduva, para tentar localizar a empresa do seu carregamento, quando um homem, com vestes de gari, aproximou-se e anunciou o assalto.

O sequestrador, que estava armado com um revólver, mandou a vítima ligar o caminhão e colocar uma blusa na cabeça para que não enxergasse o caminho, seguindo rumo a um distrito industrial próximo ao local. Ao estacionar o veículo, o sequestrador recolheu o celular e carteira do homem o obrigando a entrar em um carro, onde um dos comparsas aguardava dentro. A vítima foi levada a uma chácara nas proximidades e trancada em um dos quartos do local.

No quarto, a vítima foi obrigada a ligar para casa e informar que estava tudo bem, a vítima conta que não permaneceu amarrada e foi liberada na tarde do dia 23. Ele foi levado por três homens até uma rua, pois, segundo relato da vítima, um dos sequestradores disse que "o plano não havia dado certo".

A vítima foi deixada em uma rua próxima a um posto de gasolina, no bairro Jardim Paraíso, onde acionou a Polícia Militar. A polícia, a vítima e a filha procuraram pelos arredores, porém, não encontraram o caminhão.
Ao tentar entrar em contato com a contratante do frete, a vítima percebeu que havia sido bloqueada pelo número.

A polícia segue investigando o caso.


Fonte: Diário da Região

últimas