PANDEMIA

Governo de São Paulo prorroga até 31 de janeiro o uso obrigatório de máscaras

Governo de São Paulo prorroga até 31 de janeiro o uso obrigatório de máscaras

A medida deve ser anunciada ainda nesta segunda-feira, 20

A medida deve ser anunciada ainda nesta segunda-feira, 20

Publicada há 6 meses

Governador chegou a anunciar a suspensão do uso obrigatório de máscaras no começo do mês, mas recuou por causa do avanço da variante Ômicron - Foto: Sergio Andrade

Da Redação/CNN

O governador de São Paulo, João Doria, decidiu prorrogar para até o dia 31 de janeiro de 2022 o decreto que estabelece o uso obrigatório de máscaras no estado. A medida deve ser anunciada ainda nesta segunda-feira, 20.

Doria chegou a anunciar a suspensão do uso obrigatório de máscaras no estado, medida que deveria ter entrado em vigência no dia 11 de dezembro.

Porém, com o avanço da variante Ômicron no mundo, que agora registra mais de 30 casos reconhecidos no Brasil, o governador recuou da decisão e prorrogou o uso obrigatório da máscara de proteção.

Na última sexta-feira, 17, a Prefeitura de São Paulo confirmou a existência de transmissão comunitária da variante na cidade.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a variante foi encontrada em duas mulheres, de 22 e 65 anos, e em um homem, de 30. Nenhum deles relatou viagem recente para fora do País ou contato com algum viajante que tenha chegado do exterior.

Na data, a gestão municipal confirmou o aparecimento de mais três casos. Ao todo, já são 13 diagnósticos positivos para a cepa no município.

Até então, os casos identificados estavam relacionados a um paciente de 67 anos, o que permitiu à Secretaria de Saúde identificar as transmissões de Ômicron como um “cluster localizado”.

Segundo as autoridades do município, os casos identificados na última sexta-feira não estão relacionados com o do homem de 67 anos, o que indica a existência de outros clusters de transmissão pela cidade.


Fonte: cnnbrasil.com.br

últimas