INVESTIGAÇÃO

Operação Raio X cumpre quatro mandados de busca e apreensão na região

Operação Raio X cumpre quatro mandados de busca e apreensão na região

Operação investiga desvio de milhões da saúde

Operação investiga desvio de milhões da saúde

Publicada há 4 meses

Médico Cleudson Garcia Montali na delegacia de Araçatuba (SP) — Foto: Lázaro Jr./Arquivo

O médico Cleudson Garcia Montali é um dos investigados - Foto: Reprodução

Da Redação

Nesta quarta-feira, 05, policiais civis cumpriram quatro mandados de busca e apreensão na região de Araçatuba durante desdobramento da Operação Raio X. A operação investiga uma organização criminosa acusada de desviar dinheiro público da Saúde.

Ao todo foram cumpridos 34 mandados de busca e apreensão domiciliar nas regiões de Araçatuba, Bauru, Baixada Santista, Campinas, Capital e Presidente Prudente. Mandados de prisão não foram expedidos nesta fase da operação.

Os quatro mandados na região foram cumpridos em casas e unidades de saúde de Araçatuba, Bilac, Clementina e Birigui. Os locais são ligados ao médico anestesista Cleudson Garcia Montali, apontado como líder do esquema. Cleudson foi preso na fase anterior da operação e está na penitenciária de São José dos Campos (SP). Em agosto de 2021, o médico foi condenado a 104 anos de prisão em regime fechado.

Também são alvo da operação o ex-governador de São Paulo, Márcio França (PSB), e o irmão dele, Cláudio França. São apurados crimes de peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Segundo publicação de Márcio França nas redes sociais, a operação se deu a partir de falsas alegações de cunho político eleitoral.

De acordo com a apuração realizada pela Polícia Civil e pela Controladoria Geral do Estado, membros de uma organização criminosa desviaram dos cofres públicos aproximadamente R$ 500 milhões, valores estes que tinham por destino a utilização em aparelhos públicos prestadores de serviços de saúde.

últimas