REGIÃO

Após 6h de negociação, polícia consegue deter homem que queria matar esposa

Após 6h de negociação, polícia consegue deter homem que queria matar esposa

Caso aconteceu em Penápolis, na noite desta quarta-feira, 12

Caso aconteceu em Penápolis, na noite desta quarta-feira, 12

Publicada há 4 meses

Da Redação/SBT Interior

Um homem foi preso em flagrante na noite desta quarta-feira, 12, após seis horas de negociação com a Polícia Militar, em Penápolis. Ele havia tentado matar a esposa e havia feito uma chamada de vídeo para o filho dizendo que iria matar a mulher e depois cometeria o suicídio.

Policiais militares foram acionados com a informação de que estaria ocorrendo uma briga de casal, sendo que uma das partes estava armada e já tinha feito um disparo dentro da casa em direção a vítima, sem acertá-la.

Assim que chegaram à residência, na Alameda Córrego do Retiro, os policiais conversaram com um homem no interfone e depois com a mulher dele, a qual solicitou para que os PM entrassem, pois, seu marido estava armado e teria a ameaçado de morte.

Os policiais militares perceberam que as portas estavam fechadas, mas visualizaram o homem por uma janela entreaberta, portando uma arma de fogo nas mãos. Vendo que os policiais tinham cercado a casa, ele liberou a esposa para que saísse e atendesse os PMs.

Após a saída da mulher, foi iniciada uma longa intervenção, que durou aproximadamente seis horas, a fim de convencer o acusado a não praticar outro crime mais grave.

Num momento oportuno os policiais militares utilizaram-se da arma de incapacitação neuromuscular (arma de choque) e dominaram o autor. Realizada a busca domiciliar foi localizado um revólver calibre 38, municiada com 06 (seis) cartuchos íntegros.

No quarto de hóspedes havia uma caixa de munições contendo 23 cartuchos calibre 38 íntegros e um deflagrado. Em uma capa de espingarda havia 12 munições de calibre 28. N segundo quarto os policiais encontraram um buraco na parede proveniente de disparo de arma de fogo, além de um cartucho calibre 38 deflagrado.

A vítima contou que durante à tarde, depois de desentendimento com seu marido, ele pegou um revólver e um aparelho celular, realizou uma chamada de vídeo com o filho do casal, dizendo que iria matar a esposa e depois se suicidar. O acusado chegou a desferir um tiro na direção da vítima, mas não a acertou, atingiu a parede do quarto. Foi o filho do casal quem acionou o telefone de emergência 190 para relatar a ocorrência. A Polícia Técnico-Científica foi acionada para os trabalhos periciais. A ocorrência foi conduzida ao Plantão de Polícia Judiciária, onde o acusado permaneceu preso à disposição da Justiça pelos crimes de Tentativa de Homicídio, Cárcere Privado e Porte Ilegal de Arma de Fogo de Uso Permitido.


Fonte: sbtinterior.com

últimas