FEMINICÍDIO

Mulher morta a facadas tinha medida protetiva contra o agressor

Mulher morta a facadas tinha medida protetiva contra o agressor

Ela havia conseguido a medida protetiva três dias antes do crime

Ela havia conseguido a medida protetiva três dias antes do crime

Publicada há 2 meses

Mulher morta a facadas tinha medida protetiva; vídeo mostra momento em que o agressor ataca - Reprodução

A vítima teve um relacionamento com o homem que não aceitou o término do namoro - Foto: Reprodução

Da Redação/SBT Interior

Maria Aparecida Moraes da Silva da Conceição foi morta a golpes de faca na rua onde morava, no Jardim Raul Borges, por Davilson Renatan Faria, 26 anos, que tentou se matar em seguida, mas sobreviveu, ele permanece internado no Hospital Padre Albino em Catanduva, sob escolta. A vítima tinha medida protetiva contra o agressor. Ela havia conseguido a medida protetiva três dias antes do crime.

Uma câmera de segurança flagrou o momento que a mulher chega na casa e o agressor parte para cima dela. Maria Aparecida tentou fugir, mas não conseguiu e foi atacada na frente da residência.

O crime foi na tarde deste domingo (1º). De acordo com o boletim de ocorrência, ele invadiu a casa da mulher e a surpreendeu quando ela chegava à residência. A vítima teve um relacionamento com o homem que não aceitou o término do namoro.


Fonte: sbtinterior.com

últimas