EDUÇÃO

Macedônia, Pedranópolis, Santa Fé e mais 268 cidades terão escolas de tempo integral em 2023

Macedônia, Pedranópolis, Santa Fé e mais 268 cidades terão escolas de tempo integral em 2023

Extensão atingirá 2.311 escolas no início do próximo ano letivo

Extensão atingirá 2.311 escolas no início do próximo ano letivo

Publicada há 2 meses

Alunos na entrada de escola paulista. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Da Redação

O governador Rodrigo Garcia anunciou nesta sexta-feira (4) 261 novas escolas no Programa Ensino Integral (PEI) para o ano letivo de 2023. Até o início da atual gestão, o Estado contava com 364 unidades funcionando em tempo integral (6% da rede) e agora serão 2.311 (44% da rede). Na ocasião, o governador também entregou 118 ônibus escolares a municípios paulistas, em um investimento superior a R$ 28 milhões.

“Essas 261 novas escolas terão educação e aprendizado em dobro para os estudantes. Isso completa um ciclo desse governo que saiu de 100 mil alunos em 2019 para mais de 1,2 milhão de alunos no ano letivo de 2023. Foi um enorme esforço feito pelo Governo do Estado e pela rede estadual de educação para que a gente pudesse alcançar esse número”, disse o governador. 

Com a ampliação, o número de vagas neste modelo de ensino foi multiplicado por dez nesse período, passando de 115 mil para mais de 1,2 milhão. Presente em todas as 91 Diretorias de Ensino do Estado, o Programa de Ensino Integral alcança 492 municípios paulistas e propicia um aumento expressivo na proficiência dos alunos em Matemática e Língua Portuguesa, por exemplo.

Recente pesquisa do Instituto Sonho Grande, Instituto Natura e Laboratório de Estudos e Pesquisas em Economia Social (Lepes) mostrou que estudantes do 3º ano das escolas PEI analisadas obtiveram 14,1 pontos adicionais em Matemática e 10,2 em Língua Portuguesa na escala SARESP. Considerando que um estudante típico aprende ao longo do Ensino Médio o equivalente a 15 pontos na escala SAEB em Matemática e 20 pontos em Língua Portuguesa, de acordo com uma pesquisa do professor Ricardo Paes de Barros, pode-se concluir que o estudante do PEI teve quase três anos letivos adicionais de aprendizagem em Matemática e um ano e meio em Língua Portuguesa do que teria caso sua escola não tivesse se tornado integral.

O programa também é um importante aliado para a redução da evasão escolar. Para escolas estaduais do PEI, a taxa de evasão foi 10,6 p.p. menor se comparada às escolas regulares. O impacto é ainda maior para jovens com atraso escolar, em que a taxa de evasão foi 19,4 p.p menor.

O estudo revela ainda que os resultados são ainda mais expressivos em escolas que aderiram ao modelo PEI há mais tempo. Alunos que frequentaram por pelo menos três anos o ensino médio integral têm mais do que o dobro de aprendizado em Matemática e 73% a mais em Língua Portuguesa do que um estudante típico desta etapa.

Renovação da frota escolar

Os 118 veículos entregues têm capacidade para transportar 29 estudantes, cada. Esta é a oitava entrega do montante adquirido em 2021, mas que só começou a ser entregue pelas montadoras em 2022, de forma fracionada. Ao todo, foram investidos R$ 280 milhões na aquisição dos 1.089 veículos, sendo 970 ônibus, com investimento de R$ 251,3 milhões e 119 caminhões frigoríficos, com investimento de R$ 29,1 milhões. Os veículos foram adquiridos com recursos próprios do Governo de São Paulo.  

"É muito importante que os prefeitos sejam parceiros nas políticas públicas. As prefeituras nos apoiam no transporte dos nossos alunos, então essas entregas não beneficiam só os alunos da rede municipal, mas também os da rede estadual", destacou o secretário da Educação, professor Hubert Alquéres.

Municípios beneficiados

Águas da Prata, Altinópolis, Álvares Machado, Américo de Campos, Analândia, Angatuba, Anhumas, Aramina, Areiópolis, Assis, Avanhandava, Barbosa, Birigui, Borá, Buritama, Cajamar, Capivari, Cardoso, Casa Branca, Cruzália, Cruzeiro, Descalvado, Divinolândia, Dourado, Echaporã, Eldorado, Elisiário, Emilianópolis, Euclides da Cunha Paulista, Fernando Prestes, Florínea, Francisco Morato, Guararema, Iaras, Ibirarema, Iepê, Igaratá, Ipaussu, Ipuã, Itajobi, Itaoca, Itaporanga, Itirapuã, Itu, Itupeva, Jacupiranga, Junqueirópolis, Juquiá, Juquitiba, Louveira, Luiz Antônio, Lutécia, Macaubal, Macedônia, Mairiporã, Mariápolis, Martinópolis, Mineiros do Tietê, Mirandópolis , Mirante do Paranapanema, Monteiro Lobato, Nova Europa, Nova Granada, Nova Luzitânia, Óleo, Olímpia, Oscar Bressane, Pacaembu, Paraguaçu Paulista, Parapuã, Paulicéia, Paulo de Faria, Pederneiras, Pedranópolis, Pedrinhas Paulista, Pereira Barreto, Pindorama, Piracaia, Pirapora do Bom Jesus, Pompeia, Porto Feliz, Potirendaba, Pratânia, Presidente Epitácio, Presidente Venceslau, Quatá, Queiroz, Rafard, Redenção da Serra, Regente Feijó, Ribeirão Corrente, Rincão, Roseira, Sabino, Sales, Salto, Salto Grande, Sandovalina, Santa Cruz da Conceição, Santa Fé do Sul, Santa Isabel, Santa Lucia, Santa Rosa do Viterbo, São Carlos, São José do Rio Pardo, São Lourenço da Serra, Socorro, Tabapuã, Taciba, Taguaí, Tarumã, Teodoro Sampaio, Torrinha, Tupã, Valparaíso, Vargem, Vinhedo e Viradouro.

Fonte: Secretaria de Comunicação do Estado de SP


últimas