ATROPELAMENTOS

Motorista preso por atropelar grupo manifestantes é indiciado por 18 tentativas de homicídio

Motorista preso por atropelar grupo manifestantes é indiciado por 18 tentativas de homicídio

Caso foi registrado na Rodovia Washington Luís, em Mirassol

Caso foi registrado na Rodovia Washington Luís, em Mirassol

Publicada há 2 meses

Motorista em Mirassol  — Foto: Arquivo Pessoal Caso aconteceu no último dia 02 de novembro, na rodovia Washington Luís - Foto: Reprodução

Da Redação

O motorista de 29 anos que acelerou contra um grupo de manifestantes na rodovia Washington Luís no último dia 02 de novembro foi indiciado pela Polícia Civil de Mirassol por 18 tentativas de homicídio.

O delegado Marcelo Rogério Barozzi, responsável pelo inquérito, e que também presidiu o flagrante, disse que as investigações corroboram com o entendimento que ele teve quando prendeu o motorista. O inquérito já foi encaminhado para apreciação do Ministério Público.

A maior parte das vítimas já foram ouvidas formalmente na delegacia ou por videoconferência. No momento, não há mais nenhuma vítima hospitalizada.

A advogada do motorista, Priscila Furlaneto, declarou que discorda do entendimento do delegado, e entende que o delito de lesão corporal é mais adequado ao caso, pois as vítimas não sofreram ferimentos graves, com risco de vida. Além disso, ela afirma que um exame de corpo de delito comprova lesões no lado esquerdo do corpo do motorista, o que reforça a versão de que ele foi agredido antes pelos manifestantes.

O motorista segue preso no Centro de Detenção Provisória de São José do Rio Preto.

últimas