AGRO

Levantamento da DATAGRO confirma área recorde de soja em 2022/23 na América do Sul

Levantamento da DATAGRO confirma área recorde de soja em 2022/23 na América do Sul

Consultoria estima produção de 218,16 mi de t para o continente

Consultoria estima produção de 218,16 mi de t para o continente

Publicada há 2 meses

Datagro prevê recorde de área e produção de soja no Brasil e na América do  Sul

Da Redação

O segundo levantamento realizado pela DATAGRO Grãos para a safra de soja 2022/23 da América do Sul confirma a tendência do relatório de intenção de plantio divulgado em setembro, indicando novo recorde de área semeada: 66,85 milhões de hectares, 1,1% acima da previsão inicial e 5% superior ao recorde anterior de 63,87 mi de ha da revisada temporada 2021/22 -- sexto aumento de área consecutivo.

Em relação à produção, prevê-se 218,16 milhões de toneladas, abaixo das 219,34 mi de t projetadas em setembro, mas ainda com elevação de 20% sobre as 181,76 mi de t da frustrada safra 2021/22.

 "Assim como nos últimos cinco anos, as variáveis de estímulo ao cultivo da soja se mostram dominantes sobre as variáveis restritivas, apesar de algumas limitações", observa Flávio Roberto de França Junior, economista e líder de pesquisa da DATAGRO Grãos.

Para o Brasil, maior produtor global da oleaginosa, estima-se 153,32 mi de t, avanço de 11% sobre o recorde de 138,82 mi de t registrado na safra 2020/21. Projeta-se o 16º ano consecutivo de ampliação na área de soja, passando de 41,80 mi de ha para 43,79 mi de ha.

Os números da Argentina indicam recuperação na área plantada depois de dois anos seguidos de recuo, saindo de 16,20 mi de ha para 17,00 mi de ha e, se o clima não atrapalhar em demasiado, a área colhida poderá ser de 16,55 mi de ha, ante 15,70 mi de ha na temporada 2021/22. O potencial de produção é de 46,98 mi de t, o que representaria crescimento de 9% ante a safra anterior.

Em relação à área do Paraguai, a DATAGRO estima 3,80 mi de ha, contra 3,76 mi de ha em 2021/22; a produção, levando-se em conta o clima regular, deve ser de 10,92 mi de t, no somatório das safras de verão e de inverno, ante 4,95 mi de t em 2021/22.

Para a Bolívia, o levantamento indica que a área pode alcançar um novo recorde, passando dos atuais 1,45 mi de ha para 1,49 mi de ha; a produção está estimada em 3,50 mi de t, 3% acima da safra 2021/22.

 Para o Uruguai, projeta-se uma área de 1,22 mi de ha, incremento de 5% na comparação com 2021/22. O potencial produtivo está previsto em 3,43 mi de t, volume 4% superior ao ano atual, o que seria também um novo recorde histórico.

 Plantio de soja chega a 80,5% no Brasil; semeadura do milho de verão no Centro-Sul alcança 86,4%

 Levantamento da DATAGRO mostra que o plantio da soja no Brasil chegou a 80,5% da área esperada até o dia 18 de novembro, avanço semanal de 7,8 pontos percentuais, acima dos 5,8 p.p. do mesmo período do ano passado, mas aquém dos 9,8 p.p. da média de 5 anos. O fluxo segue bem abaixo dos 87,7% de 2021, mas ainda acima dos 77,1% da média plurianual.

A semeadura do milho de verão no Centro-Sul do Brasil atingiu 86,4% da área esperada para a região, ante 81,5% na semana encerrada em 11 de novembro, 97,5% na mesma época de 2021 e média dos últimos 5 anos de 88,7%.

últimas